Maca Peruana – Dra Caroline Nóbrega

macaperuana2

A maca peruana (Lepidium meyenii; Leipidium peruvianum)  é um tubérculo semelhante ao rabanete. Seus nomes populares – “Ginseng dos Andes” e“Viagra dos Incas” – dão boas indicações de suas qualidades. A maca é comparada com o ginseng porque apresenta as mesmas propriedades estimulantes do organismo e do desempenho de várias funções. Vários estudos estão apontando que ela também pode colaborar com os tratamentos hormonais: ao que tudo indica, a planta apresenta determinadas moléculas que possuem a mesma estrutura que os hormônios naturais, tanto do homem quanto da mulher.

O alimento é rico em aminoácidos essenciais, gordura saudável, minerais (cálcio, magnésio, fosforo, potássio, zinco, selênio e ferro), vitaminas (B1, B2, C, E) e fibras, além de flavonoides.

A vitamina E e o magnésio são importantes para a produção de hormônios sexuais e de neurotransmissores que causam a sensação de prazer. O zinco é necessário para a produção da testosterona, o que contribui para o aumento da massa magra, além de estar diretamente relacionado com o aumento da espermatogênese mediante ao incremento do volume de sêmen, aumento do número e motilidade dos espermatozoides.

 Tradicionalmente, a maca tem sido usada por alguns fins de variedades, que podem diferir para homens e mulheres. Por exemplo, as mulheres descobriram que ajuda a aliviar os sintomas da TPM e menopausa. As mulheres tendem a notar uma diminuição drástica em calores e suores noturnos. Homens têm utilizado para aumentar a fertilidade e função sexual. Usuários de raiz de maca tendem a derivar uma variedade de benefícios de acordo com suas necessidades individuais. No entanto, homens e mulheres descobriram que ela aumenta significativamente a libido e o desejo sexual, aumenta a resistência, energia e da sensação de bem-estar geral.

Na verdade, recentemente Maca tem sido utilizado como um excelente alternativa aos esteróides anabólicos entre os atletas que procuram hipertrofia muscular, já que entre sua atribuição é precursora de testosterona.  Ao contrário de anabolizantes, a Maca não contém produtos químicos que interferem com ou excesso de ativar a função endócrina normal.

Sugere-se que seu consumo melhore o rendimento esportivo auxilie na prevenção da osteoporose, no aumento da imunidade, no efeito antiinflamatório, sendo coadjuvante no tratamento de doenças articulares, como artrites e artroses. Além disso, contribui para a saúde cardiovascular.

Recomenda-se 01 colher de chá ao dia, o alimento apresenta-se na forma de farinha e pode ser acrescido em sucos, frutas, iogurtes e vitaminas.

 


Usos da maca peruana

* Como tônico para o organismo: O uso da maca peruana como tônico revigorante para o organismo em geral é conhecido desde tempos antigos. A ciência atual reconhece que plantas adaptógenas – como a maca – realmente possuem a propriedade de auxiliar o organismo a se adaptar às condições adversas do ambiente, aumentando a força e a resistência musculares. As plantas adaptógenas não atuam especificamente em uma debilidade física ou psicológica, mas revitalizam o organismo de uma maneira geral a fim de estimular suas próprias defesas imunológicas contra agentes externos agressores e promovem estímulo físico e mental.
Muitos fitoterapeutas têm reconhecido que a maca pode trazer bons resultados no tratamento da Síndrome da Fadiga Crônica, além de diminuir o cansaço mental e restaurar a energia e o vigor dos idosos.

 

* Em problemas fertilidade e potência sexual: Estudos conduzidos tanto com seres humanos como com animais, realizados por diferentes especialistas (Dra. Chacón, 1961 e Dr. Gonzalez, 2001-2002) comprovaram que o uso da maca pode promover o aumento da mobilidade dos espermatozóides, do volume seminal e o incremento do desejo sexual em seres humanos. O consumo da maca peruana poderia resultar em melhoria no fluxo sangüíneo corporal e também na zona pélvica de homens e mulheres. Em razão deste efeito, a maca tem sido reconhecida há anos como um alimento capaz de aumentar o vigor e a potência sexual. Tradicionalmente, a maca tem sido descrita como um afrodisíaco para homens e mulheres, possivelmente por seus efeitos positivos no aumento nos níveis de testosterona no organismo.

 

* Na menopausa: Estudos indicam que a maca ajuda a aliviar os sintomas comuns da menopausa sem os efeitos de outros tratamentos químico-hormonais existentes no mercado. A maca poderia ser usada como um tratamento vegetal coadjuvante no combate aos sintomas da menopausa, logo que estes começam a aparecer – são muito comuns os calores (fogachos), fadiga, suores noturnos, mudanças de estado de ânimo, diminuição da libido; além de problemas como osteoporose e alterações cardiovasculares. Geralmente, para combater estes problemas são adotados tratamentos com reposição hormonal que, infelizmente, apresentam alguns efeitos colaterais, o que não ocorre com a maca. Além disso, a maca apresentou ótimos resultados também na diminuição da fadiga, na redução do ressecamento da pele, no incremento da energia muscular e na elevação da libido – geralmente afetada na fase da menopausa.

 

 carol nobrega logo 

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *






Comment *